Afinal, o que é confiança?

Eduardo Santorini

Publicado por

Confiança… Existem muitas definições, algumas complicadas, outras simples. A definição mais precisa, pra mim, é:

Confiança é o que transforma pensamentos em ação.

Você também pode imaginar a confiança como uma fórmula matemática: pensamentos + confiança = ação.

Confiança é aquilo que usamos pra fazer qualquer coisa que parece difícil, assustador ou impossível. E aqui não tô falando de ações extremas, como saltar de um penhasco (ou talvez esteja, desde que você esteja com um parapente).

Confiança é o que te dá um gás para os desafios do dia a dia também. É o que você usa para criar coragem para ir conversar com um desconhecido numa festa.

Imagine a confiança como um pequeno (mas poderoso) treinador dentro da sua cabeça, te ajudando a fazer todas as coisas que você deseja fazer.

Ele te diria:

“Eu sei que você está inseguro de levantar a mão e dar sua opinião… qual é?!! Eu já te vi fazendo isso um milhão de vezes … e sua ideia é boa, vale a pena mencionar. Vamos lá, você pode fazer isso!”

Situações do cotidiano, quando precisamos de confiança, não faltam. Algumas são mais simples, outras mais desafiadoras… mas sempre a confiança tá lá, te dando uma mão para transformar seus pensamos em ação.

Para que fique mais claro, vou citar 3 exemplos pessoais … momentos em que eu precisei usar confiança.

  1. Matricular na aula de dança. Eu sempre tive vontade de aprender a dançar, mas me sentia meio desengonçado (pra ser honesto, ainda sou). Sem falar no medo de parecer ridículo, das pessoas debocharem por eu estar fora do ritmo.
  2. Falar inglês. Eu tinha estudado durante anos na escola! Mas como não dominava a língua, sempre tinha receio de abrir a boca e falar errado, de não pronunciar direito. Daí, quando eu precisava, eu nunca falava. E, ao não falar, eu certamente nunca aprendia.
  3. Puxar assunto com desconhecidos. Desde pequeno eu sempre fui tímido. Pra mim, chegar num estranho e começar um papo sempre me gerava ansiedade. O problema é que isso limitava não só minha vida pessoal, mas também profissional.

Bem, estes são apenas 3 exemplos pessoais de momentos em que eu precisei de usar confiança. Eu poderia ficar aqui por horas falando das situações mais diversas.

Mas observe que todos os verbos que eu usei, denotam a necessidade de ação: matricular na aula de dança, falar inglês, puxar assunto.

Bom, e porque esse papo de confiança é importante?

Por um motivo simples.

Pessoas que tomam atitude têm a vida mais excitante. Pense nisso: você tem a escolha de ficar na sua zona de conforto, sem fazer nada, preocupado com um monte de coisa que pode dar errado.

Ou, você pode decidir ser um protagonista nesta história, entrar de cabeça, criar aventura, explorar e fazer coisas novas e desafiadoras.

Você gostaria de começar um esporte, mesmo sem saber se terá facilidade? Confiança vai te dar um ânimo.

Você sempre pensou em escrever um livro ou começar um blog, mas sempre teve receio por não saber se suas ideias são boas o bastante? A confiança é a chave para isso também.

Já tem um tempo que você tem pensado em formas de negociar um aumento com seu chefe, mas não sabe como começar? Confiança dá um jeito nisso.

Gostaria de experimentar um corte de cabelo mais ousado, mas tem medo de parecer ridículo? Um pouco de confiança é útil aqui também.

Aqui, vamos ver como aumentar sua confiança, destruir a insegurança e assim, te permitir ter uma vida com mais ação.

Coloque em prática

Já sabemos que confiança é o que transforma pensamentos em ação.

Agora, tá na hora da gente dar o primeiro passo pra fazer isso acontecer. Tá na hora de você pegar um papel e uma caneta (ou, se preferir, o bloco de notas do seu celular também serve).

A primeira coisa que você precisa fazer é escrever uma lista de coisas que te desafiam, momentos que te deixam inseguros, situações que você sabe que um pouco de confiança te levaria mais longe. É o momento de ser ousado!

Tem algum esporte que você gostaria de experimentar? Tem um lugar que gostaria de conhecer, alguma comida que sente curiosidade de experimentar? Alguma pessoa que quer convidar pra sair, mas falta coragem? Alguma atividade no trabalho que, se fosse mais ousado, poderia te levar mais longe na carreira?

Enfim, pense em todas as situações em que um pouco de confiança será útil pra você. Este é o primeiro passo rumo à sua confiança inabalável!

Grande abraço,

Eduardo Santorini

— Eduardo Santorini